A "história" do blog

    

     Tenho uma paixão enorme pelos blogs. Acredito que ainda seja um dos únicos cantinhos na rede em que podemos ser totalmente nós mesmos. É aonde podemos ir para desabafar, falar sobre aquilo que amamos ou algo que nos surpreendeu. E ninguém tem o direito de nos julgar por isso, pois é o nosso lugar. E é exatamente com esse objetivo que inauguro agora o “Julia’s Rose”, meu novo blog.

   O motivo deste nome? Bem, primeiramente, deixem que eu me apresente. Chamo-me Júlia, mais precisamente, Júlia de Oliveira Rosa. Estudante e catarinense. Apaixonada por moda, fotografia, história, artes, tecnologia, livros, filmes, viagens e decoração. E minha família, obviamente. Assim como todos, tenho centenas de sonhos, e lutarei para conquista-los. Sou do tipo que ama ficar sozinha, com minhas amigas bem próximas e família ou em um lugar inteiramente desconhecido, meio confuso, não é? Mas essa sou eu. Gosto de quem é bem humorado e ao mesmo tempo sabe ter “classe” quanto as atitudes. Outra paixão secreta (ou não) são as flores. Se eu pudesse, teria uma floricultura incrível com todos os tipos de flores que existem. Mas, como não tenho esse poder, posso dizer que coloco flores em tudo que posso: plano de fundo, parede, cartão, caderno, lápis, agenda, computador, decoração e roupas. Parece que tudo fica mais calmo, delicado e bonito mesmo, hahaha. Mas nada de coisa brega, viu?!

       Então... Agora a história do nome. Para ser sincera, tentei vários e vários nomes diferentes, como Sweet Dreams e Extraordinary Life, alguns fofos que criei até em português como Doce de Vida e Dias de Primavera, mas NENHUM estava disponível. Criei o blog “Cinco dias de Outono”, pois, tenho que admitir, achei fofo. Ele não tinha nenhum significado para mim. Dias vão e vem e eu me dei conta de que esse ainda não era o nome ideal, por alguns motivos como: “se eu fosse escolher uma estação, com certeza seria a primavera”, “por que cinco dias e não mais?”, “isso não tem absolutamente nada a ver comigo, não mesmo” e “por que fui criar um nome tão grande?! Parece título de livro.” E isso define por que desisti desse blog. Queria simplesmente ter um lugar onde me identificasse, e não poderia ser algo forçado. Alguns dias se passaram (inclusive a virada de ano, opsss) e um nome veio na minha mente: Julia’s Rose. Perfeito! É simplesmente eu! E o mais importante: disponível. Esse título, se você “ler nas entre linhas”, simplesmente me resume. Primeiro Julia, meu nome, é claro (rsrs) que significa que gosto de quem sou, tenho confiança sobre eu mesma e não procuro me esconder. Já a segunda parte dele, Rose, detém muuuitos significados. Tanto por eu amar as flores, quanto o que essa flor em especial (a rosa) sempre transmite: paixão, romantismo e delicadeza, pelo menos é assim que a vejo. E além de tudo, sua tradução para o português é meu sobrenome, Rosa! Demais, amei, uhuuul, hahaha. Com isso já da para ter uma pequena ideia o que esse blog trará, como textos, resenhas, indicações, desejos, e qualquer coisa que vier em minha mente sobre tudo que adoro “vivo”.

      Acredito que esse tempo interminável que demorou valeu a pena. Aqui, nesse novo “cantinho” sinto-me mais segura, afinal, nunca vejo uma florzinha se quer no Outono, e o blog teria que ter um layout nesse tema, como eu sobreviveria?!

        Obrigada a todas que leram e espero que tenham gostada dessa pequena (nem tanto, admito) prévia de quem eu sou e do que se trata o “Julia’s Rose”.

 

Fiquem bem, sonhem que estão num mar de flores e se divirtam!